Conexão Euclidense

quarta-feira, 1 de março de 2017
Um homem que nunca será esquecido Um homem que nunca será esquecido Este texto foi produzido há exatos dezesseis anos na data de falecimento de meu pai Jaime Amorim e publicado à época na edição impressa da Revista VidaBrasil. No momento em que ele morreu, eu cruzava o oceano atlântico em um compromisso profissional. Pois é! Aos que acompanharam sua trajetória de vida, uma lembrança do que foi esse guerreiro.
segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017
Saudosismo; gentileza gera gentileza! Saudosismo; gentileza gera gentileza! Houve um tempo que era como se fôssemos irmãos. Brigávamos como irmãos, nos amávamos como irmãos; éramos irmãos! Era assim essa cidade que hoje se espalha do Pau Miúdo, passando pelo Corte Grande e se estendendo até o Jegue Morto, localidades que à época, era mato, era distante. Naquela época, as autoridades tinham autoridade, amizades valiam mais que o dinheiro e valentia era documento de honradez. Os tempos são outros os modos são outros, as relações são outras. Quem não o viveu; perdeu!
sexta-feira, 13 de janeiro de 2017
A saga da Rua dos Ricos A saga da Rua dos Ricos Sou do tempo em que o Zezinho da Barraca era o homem mais valente da cidade e desfilava bravatas ao lombo de um cavalo, até que um dia os irmãos Nelson e Hermógenes Dantas lhe aplicaram um corretivo. Do tempo em que Joviniano Gomes era apenas o simpático dono da próspera Farmácia Estrela e Raimundo Tomás o fabricante do melhor pão das redondezas. Na Rua dos Ricos, moravam Teófilo Dantas, irmão de Nelson e Hermógenes, Menininha de Antônio Batista, tia de Joviniano e o próprio Raimundo Tomás.
quarta-feira, 28 de dezembro de 2016
Há exatos 50 anos! Há exatos 50 anos! O meu alento, é que aqueles meninos inocentes que ocupavam aqueles corpos leves e juvenis, continuam vivos em alguma parte das nossas não mais tão leves consciências. O sofrimento, cada um na sua esfera, nos temperou como o fogo tempera o aço. Perdemos, pais, irmãos, esperanças, mulheres, dinheiro, músculos...Uma coisa com certeza não perdemos, pelo contrário, fortalecemos; a dignidade.
quinta-feira, 15 de dezembro de 2016
O futuro dos Nunes ou, sabido não é sábio O futuro dos Nunes ou, sabido não é sábio Euclides da Cunha, município de 70 mil habitantes localizado no sertão baiano, a 320 km da capital, 38ª economia da Bahia e, com um intervalo de apenas 04 anos do mandato de Rosângela Lemos Maia de Abreu – PMDB, há quase 25 anos comandado pelo grupo do deputado federal José Nunes Soares, hoje constituído apenas por ele e sua família, passa, no próximo dia 1º de janeiro, a ser administrado pelo grupo formado por uma nova geração de políticos liderados por Luciano Pinheiro, um engenheiro de 33 anos que foi, durante oito anos, a pedra no sapato da atual prefeita Fátima Nunes, não por acaso, mulher do deputado José Nunes.
terça-feira, 29 de novembro de 2016
Dou nota três para a Saúde em Euclides da Cunha Dou nota três para a Saúde em Euclides da Cunha Cláudio Lima, segundo o próprio, “É um menino que nasceu de família humilde aqui em Euclides da Cunha. Estudei sempre em escola pública também concluí o curso superior em universidade pública”. Diplomado em Enfermagem pela UEFS, pós-graduado em Saúde Pública, Emergências em Saúde,Vigilância em Saúde e ainda em Saúde do Trabalho, conclui o segundo mandato de vereador em sua cidade natal, afirma que gosta das causas sociais, aquelas que edificam a vida do povo. Candidato a deputado estadual ainda com pouquíssima experiência política, obteve surpreendentes 4.933 votos. Surpreendente também, foi abandonar uma eleição tida como certa para um terceiro mandato de vereador, a fim de se dedicar ao aperfeiçoamento profissional. Conheça um pouco mais de Claudio Pereira Lima.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ... 25


Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.