Crônica

sexta-feira, 17 de julho de 2009
Falta atitude! Falta atitude! Uma amiga me mandou um e-mail que fala do porquê de nós brasileiros sermos um povo pobre. O e-mail diz que o Brasil não tem um povo pobre porque é jovem, já que há países bem mais novos com um povo próspero como o Canadá, a Nova Zelândia, a Austrália. Também não é a falta de território, de terra produtiva, nem de riquezas naturais... O que nos falta segundo o tal e-mail é ATITUDE!
quarta-feira, 27 de maio de 2009
de Kapfenberg a jequitibá de Kapfenberg a jequitibá A paisagem através os últimos 20 km e de Macajuba até Jequitibá se parecia com gravuras de Lucas Cranach do século XV. Quando finalmente cheguei ao mosteiro de Jequitibá, me vi instalado e morando numa cela de monge e submetido a uma ordem monástica em meio do nada. Foi quando percebi que apesar da longa viagem de trem de Kapfenberg na Áustria até a cidade portuária de Génova, a travessia do Oceano Atlântico até o Rio e a viagem até a Bahia, eu não consegui chegar ao Brasil de verdade...
sábado, 4 de abril de 2009
Ainda é carnaval ... Ainda é carnaval ... Já me disseram que o carnaval foi criado como escape do povo sofrido. Durante um pequeno período de tempo era permitido aos pobres brincar...imitando os achaques bizarros e os olhares de desdém de seus senhores... de nobreza, fantasiando-se de rainhas, de príncipes e de rei Momo, colocando perucas, agitando leques - com ou sem navalhas escondidas...
quinta-feira, 26 de março de 2009
Woody invade a europa Woody invade a europa Woody odeia Hollywood e nunca lá pôs os pés, num sartriano manguito ao Óscar.Acredito piamente que quando se está morto ter uma rua com o nome não ajuda ao metabolismo”. Só existe uma pessoa no mundo capaz de dizer estas coisas e deve ser por isso que estas coisas se chamam woodysmos, como o criador.
sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009
Au revoir Bernard! Au revoir Bernard! Tempos depois, num festival de comida francesa no River Side, ali na Estrada do Coco, conheci o tal frances que fundara o Chez Bernard. Que cara simples! Legal, um baiano mesmo desses que a gente encontra num botequim e engata um papo inteligente. E o Bernard era inteligente e gracioso, mordaz, irônico. Conversa para rolar a noite.
segunda-feira, 26 de janeiro de 2009
Diz-me onde moras... Diz-me onde moras... Um dos grandes problemas da nossa sociedade é o trauma da morada. Por exemplo. Há uns anos, um grande amigo meu, que morava em Sete Rios, comprou um andar em Carnaxide. Fica pertíssimo de Lisboa, é agradável, tem árvores e cafés. Só tinha um problema. Era em Carnaxide. Nunca mais ninguém o viu.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10


Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.