Crônica

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015
Henrique é o culpado? Henrique é o culpado? Em tempos de tantos tons de cinza, será que homens e mulheres sabem quem foi Henrique? Foi ele, Henrique II, o primeiro homem do planeta a baixar uma calcinha. Porque Henrique II era o rei da França, marido de Catarina de Médici. Logo, coube a ele o privilégio de executar o primeiro abaixamento de calcinha da História da Humanidade. Hoje, efígies na Basílica de Saint-Denis, Catarina de Médici e Henrique II parecem eternos namorados...
terça-feira, 9 de setembro de 2014
Sampa como opção; um outro olha sobre  a capital de São Paulo! Sampa como opção; um outro olha sobre a capital de São Paulo! São Paulo: a melhor opção para quem não gosta de Natal, Ano Novo e Carnaval. As pessoas gostam de generalizar a partir das experiências de suas próprias vidas. Como é difícil contornar os efeitos dos espíritos populares do Natal, Ano Novo e Carnaval. O que dizer, então, os de declarar, no melhor estilo Raul Seixas, que acho tudo isso um saco? Aprendi a não mais dizer, e vou contornando, apenas. Algum ranço intelectual? Não. Não gostava desses acontecimentos nem mesmo quando criança.
segunda-feira, 27 de janeiro de 2014
Namoro em praia deserta Namoro em praia deserta Vamos combinar! Tem coisas que a gente não espera.Convite para ir a uma praia deserta não é conversa de todo dia. Por outro lado, como essa coisa de “praia deserta” traz consigo uma espécie de acelerador da imaginação, todo mundo pensa e “se pensa” namorando em praia deserta.Bom, tirando filmes, tirando aquelas lanchas luxuosas que quebram no meio do mar, tirando, eventualmente (nunca se sabe), a canoa que virou por causa da fulana que não soube remar...
domingo, 30 de junho de 2013
PENSANDO BEM... PENSANDO BEM... Inusitada - É que tem dessas coisas. Pequenos imponderáveis que a gente registra; porque não é apenas de grandezas que a vida é feita. Somos todos cotidianos. Querendo ou não, uma boa dose de surpresa existe sempre por aí, perdida nas nossas rotinas, desviada de nosso olhar: voltado sempre para o próximo instante, a próxima hora, a próxima obrigação a ser cumprida. Qualquer hora, e compro prendedores de roupa. Depois saio por aí enfeitando as árvores, pondo brincos em suas folhas.
segunda-feira, 13 de maio de 2013
...RETICÊNCIAS ...RETICÊNCIAS Não é que eu não escreva mais. Não é que esteja ausente do mundo das palavras. Ao contrário, tenho escrito até demais. No entanto, meus textos têm sido impublicáveis. Absolutamente terríveis, e eu diria que são até mesmo criminosos. Neste caso, deleto-os impiedosamente. Decreto o silêncio, esse maravilhoso silêncio onde tenho processado tantos discursos. É simples. Descobri como empreender a paz social e, até mesmo, a paz doméstica.
domingo, 31 de março de 2013
Licor de eucalipto Licor de eucalipto Agora entendo porque ela, e outras pessoas da cidade que visitam minha casinha, ficam surpresas e encantadas com a goiabeira, pitangueira, parreira e o maracujazeiro que plantei em meu pequeno quintal, assim como roseira, quaresmeira e primavera. De fato, nos terrenos das casas próximas, reina o cimento e o mato. Ninguém planta mais nada. Nem para o gasto. Dá trabalho, pois precisa cuidar. - Ah, um ou outro tem um pé, mas no mato não tem mais. Agora, concluiu dona Angelina finalizando a conversa
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10


Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.