Comportamento

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017
Tamanho é documento? Tamanho é documento? Afinal, o tamanho importa ou não? Sim, elas admitem Nenhuma mulher quer um rastilho curto, mas excesso de dinamite pode estragar qualquer prazer qualquer prazer. O tamanho tem importância? A acreditar na propaganda «Enlarge your penis» (aumente o seu penis) que inunda os «e-mails» dos machos (e fêmeas) deste mundo parece que a coisa importa sim.Será talvez culpa da pornografia, com o culto aos falos infatigáveis, ou de uma sexualidade contemporânea demasiado centrada na ereção?
quarta-feira, 14 de dezembro de 2016
O poder da gratidão O poder da gratidão Saber agradecer pode melhorar o nosso bem-estar físico e emocional. Robert A. Emmons, autor de “Obrigado!”, explica como. Quantas vezes disse ‘obrigado’ nos últimos dias? Mais do que isso, quantas vezes se sentiu genuinamente grato? Se tem dificuldade em se lembrar desses momentos, saiba que está na hora de mudar de atitude, porque só tem a ganhar. Segundo Robert A. Emmons, autor de “Obrigado!”, a gratidão pode desempenhar um papel fundamental na felicidade humana. “É, literalmente, uma das poucas coisas que pode mudar a vida de uma pessoa”, garante o psicólogo. Basta que seja assumida e expressa com honestidade.
domingo, 30 de outubro de 2016
Mentirosos de cada dia Mentirosos de cada dia O homem, esse grande comunicador, é uma espécie vocacionada para a mentira. Sem exceções, dizem os especialistas. O problema é ser apanhado. O assunto é sério e pode até tornar-se um caso de polícia. Lobo ou cordeirinho? Todos somos mentirosos. Mas, segundo os psicólogos, uma mentira tem de ser um ato intencional e tem de visar alterar o comportamento do interlocutor. Mentir. Todos nós, somos mentirosos. Grandes ou pequenos. Não, leitor, não se trata de nenhum insulto, mas tão-somente de uma constatação.
terça-feira, 28 de junho de 2016
O fascínio dos cabelos loiros O fascínio dos cabelos loiros Os deuses devem estar louros. Nunca uma cor de cabelo foi tão posta ao serviço como em Hollywood —antes e depois do seu maior ícone, Marilyn Monroe. Liso, encaracolado, natural ou platinado, o cabelo loiro continua a estar na moda na Meca do cinema. Em Hollywood, quando dizemos loiras, aquilo de quefalamos é de mulheres sobre as quais temos expectativas, talvez por ser delas que vem mais luz em forma de diamantes faiscando debaixo de um lustre iluminado. O King Kong, primata que é, nunca, mas nunca iria se apaixonar por uma mulher que não fosse loira. Chamem à moça Fay, Jessica ou Naomi, pouco importa. O importante é só isto: se Hollywood precisa de um petisco inocente meio à deriva neste mundo pintado por piratas e outros malvados peludos, ponham, por favor, uma loira ao telefone, que estamos precisando aqui no set de uma criatura rara, corajosa, frágil mas também forte, gata mas sobretudo anjo. Uma loira salva sempre a situação.
sexta-feira, 27 de maio de 2016
Pode se viver sem sexo? Pode se viver sem sexo? O sexo, ao contrário de comer e de beber, não é uma das funções vitais do ser humano. A prova disso é que a falta de relações sexuais nunca foi responsável pela morte de ninguém. Mas podemos ser felizes sem sexo? Ou corremos o risco de virmos a sofrer de algum transtorno físico ou psíquico? "The Journal of Sexual Research" publicou um estudo do qual participaram 82 homens e mulheres com mais de 30 anos que ou ainda eram virgens, ou estavam há mais de um ano sem sexo.
quinta-feira, 28 de abril de 2016
O romantismo morreu? O romantismo morreu? Fazem parte da geração em que tudo parece descartável. Poderão as relações seguir esse caminho? Fomos saber como namoram os adolescentes... Há muito que ouvem as histórias dos pais e avós sobre como tudo era tão diferente no tempo deles. Começando pelos namoros de antigamente. Trocavam cartas, viam-se apertados pelas regras e geriam o controle dos pais. Para um adolescente de hoje, namorar é bem diferente.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10


Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.