Coincidência & perigo

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Por falar em Carnaval, é bom aproveitar o momento para alertar as autoridades e ao povo baiano sobre uma coincidência e um perigo. Gerônimo, um dos mais inspirados compositores baianos e músico de mil instrumentos recebe nesta quinta feira das mãos do prefeito João Henrique, as chaves da Cidade do Salvador, a capital da folia. Infelizmente espalhou-se por todos os cantos do pais que no Brasil existem três tipos de Justiça. A boa, a má e a baiana.

Coincidência & perigo

Paz!

Um Carnaval com muita alegria, respeito, hospitalidade e segurança é o que o Estado pretende proporcionar aos baianos, brasileiros e estrangeiros que vierem à Bahia nos dias de folia, garante o governador Jaques Wagner. Segundo ele, a Bahia está investindo R$ 45 milhões em ações de saúde, segurança, turismo receptivo, apoio e patrocínio do Carnaval de matriz africana e popular, com o financiamento de blocos afro, afoxé e trios que animam o público da pipoca. "Nós preparamos tudo, melhoramos muito o aporte do Governo do Estado porque Carnaval na Bahia é paz, alegria e também muito trabalho para aqueles que ajudam a fazer a maior festa popular a céu aberto do mundo", enfatizou o governador.

"Eu quero convidar a todos que brinquem em paz, sem violência, porque folia não combina com agressão e com violência", convocou ao comentar a participação de baianos e turistas no Carnaval baiano, que começa na quinta-feira e acontece em 14 municípios, incluindo Salvador.

Coincidência & perigo

Por falar em Carnaval, é bom aproveitar o momento para alertar as autoridades e ao povo baiano sobre uma coincidência e um perigo. A coincidência é que enquanto a poderosa Construtora Cosbat inferniza os seus vizinhos na Rua Senta Pua em Ondina ao construir um condomínio de alto luxo sem dedicar um milímetro de respeito a normas e aos vizinhos, tendo inclusive transformado uma praça pública em frente ao Ed Metrópolis em um canteiro de obras causando toda ordem de dissabores a quem reside na ali, a encosta atrás da construção será toda contida com o dinheiro da CONDER.

Não obstante a intervenção da CONDER ser providencial para os moradores de baixa renda residentes no morro que tem uma das vistas mais deslumbrantes de Salvador, é bom não esquecer a coincidência.

Quanto ao perigo, diz respeito à área que foi isolada sem a menor preocupação com transeuntes e motoristas. Uma curva perigosa está fechada com tapumes sem calçada ou acostamento.Nesses dias de Carnaval, com bebida fora de controle,tem tudo para acontecer ali uma acidente. Isso sem falar no perigo de alguém ser levado para traz do tapume e sofrer um assalto ou estupro. Tudo isso está à vista da janela do quarto do Governador Jacques Wagner. Deus nos proteja!






Momo

Gerônimo, um dos mais inspirados compositores baianos e músico de mil instrumentos recebe nesta quinta feira das mãos do prefeito João Henrique, as chaves da Cidade do Salvador, a capital da folia. Além de alegre e bonachão, o artista tem o biótipo ideal para assumir o personagem que reinará por oito dias fazendo a alegria de gente oriunda de várias partes do planeta. Bom reinado Gerônimo!

A Justiça baiana...

Infelizmente espalhou-se por todos os cantos do pais que no Brasil existem três tipos de Justiça. A boa, a má e a baiana. Só na net existem algumas dezenas de sites carregando essa informação. Que pena! Principalmente para os juízes sérios que sem dúvida fazem a maioria no Judiciário baiano. Entre eles, o exemplo do juiz Salomão Resedá, conhecido internacionalmente pela sua rigidez e atuação. Ontem, vi no noticiário local o magistrado acompanhando pessoalmente a integração de um menor africano que aportou clandestinamente em Salvador procurando uma melhor condição de vida. O Juiz Resedá é dos bons


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 1725 vezes


Existe 5 comentários para esta publicação
quinta-feira, 19/2/2009 por José Batista de Macedo (Zezito) - advogado/Rio
"A JUSTIÇA BAIANA"
Meus caros, a Justiça, em tese, é una, como Poder Judiciário. Mas os Estados organizam a chamada Justiça Estadual, na forma de suas Constituições.Sou adv, no Rio e temos nossas mazelas.Somos brasileiros e refletimos nossa realidade.Não é preconceito
quinta-feira, 19/2/2009 por João Barreto
Justiça Bahiana
Deveriamos perguntar o que o nosso ministro Gilberto Gil e os artistas que divulgam a Bahia lá fora fazem para contribuir no sentido que a nossa imagem seja menos afetada.
quarta-feira, 18/2/2009 por Gutemberg S Santos
A justiça bahiana
Realmente, o Juiz Resedá está dando tudo de si para integrar o clandestino.
quarta-feira, 18/2/2009 por hc-maia
"Pensem no Absurdo, que na Bahia tem Precedente.
Esses sites todos,Celso,que vêem a justiça baiana com esse hibridismo,até em tom jocoso,tem como fulcro de ressonância o aforisma do próprio Otávio Mangabeira(baiano de boa cepa),que dizia:-"Pensem no absurdo,que na Bahia tem precedente."
terça-feira, 17/2/2009 por terezinha
revista vida brasil
eu gostei muito do comentário !!! justiça a boa ,má e a baina ;
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Em Euclides da Cunha
Em Euclides da Cunha
mais movimento...
mais movimento...
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.