Paris; eu estive aqui

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Paris é uma das cidades mais visitadas do mundo. Famosa por seus monumentos, museus, casas de espetáculos e pela riquíssima história, a Cidade-Luz fascina a todos aqueles que têm o prazer de visitá-la. Símbolo maior do orgulho francês tornou-se um dos palcos mais importantes da moda mundial. A capital francesa acrescentou mais uma jóia à sua coroa cultural: a grande Ala do Richelieu do Louvre.Dos museus Picasso e Orsay à Bastille Ópera e ao Grand Arche de la Défense.

Paris; eu estive aqui




Paris renovou-se na última década, proporcionando cada vez mais opções e passeios aos turistas e aos próprios parisienses.  


Famosos pontos turísticos foram restaurados em seu esplendor original, das praças dos Vosges e Vendôme aos Champs Elyseés (agora com o dobro de árvores e calçadas em granito). A renovação dos jardins do Carroussel e Tulherias foi concluída em 1997.  


Na região da Île-de-France, em torno de Paris, existem dezenas de castelos, incluindo Vaux-le-Vicomte, Chantilly (Esse ficou muito conhecido dos brasileiros pela ocasião das núpcias do jogador Ronaldo fenômeno com a apresentadora Daniela Cicarelli) e Rambouillet, além dos majestosos palácios de Versailles e Fontainebleau. 

Na área de entretenimentos, a Maison de la France fornece informações sobre atividades em Paris. Para muitos visitantes, a vida noturna da cidade é sinônimo de salas de espetáculos e de cabarés, como o Moulin Rouge, Crazy Horse Saloom e Paradis Latin. 


Transportes – Chegando e partindo, Charles de Gaulle é o principal aeroporto da cidade. Detalhe: Orly também recebe vôos transatlânticos, bem como os aeroportos de Lyon e Nice. Trens ligam Charles de Gaulle e Orly a Paris. Novas estações em Charles de Gaulle e Lyon-Satolas também ligam esses aeroportos aos Trains à Grande Vitesse – os trens mais rápidos do mundo, que desenvolvem velocidades de até 290 km/h.  

Os novos trens Eurostar vão de Londres à capital francesa em apenas três horas, via túnel do Canal da Mancha. Os trens Shuttle, de passageiros e carros, também utilizam o túnel, entre Folkerstone e Calais. 

O sistema TGV, por sua vez, continua em expansão, com linhas indo ao norte para Lille e Bruxelas (Bélgica), ao sul para Tours, Lyon e Marseille, a oeste para a Inglaterra e a leste para a Suíça – todas conectadas pelo novo circuito Réseau, em torno de Paris. 

O France Railpass proporciona três dias de viagens ilimitadas (inclusive no TGV), durante um período de 30 dias. Já o France Rail n Drive combina três dias de viagens ilimitadas de trem e três dias de aluguel de carro, com quilometragem sem limites, a ser utilizada no período de um mês.. As opções incluem upgrades em carro ou trem, preço para viajante desacompanhado, compra de até seis dias adicionais de viagens ferroviárias e dias adicionais de aluguel de carro. 

O France Rail’n Fly é uma combinação do France Railpass com um dia de viagem aérea, enquanto o France Fly Rail’n Drive combina o passe France Rail’n Drive com um dia de viagem aérea. Uma viagem de avião num dia e passeios de até seis dias de trem podem ser adicionados a ambos os programas. 

O passe Paris Visite dá direito ao uso ilimitado de transporte público em Paris. 

O sistema rodoviário, com acesso ilimitado, acelera suas viagens entre regiões. As estradas norte-sul, por exemplo, ligam a fronteira belga com o Mar Mediterrâneo – atravessando a Borgonha, o Vale do Ródano e Provença.



Autor: Celso Mathias
Publicação vista 1625 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
NY; eu estive aqui
NY; eu estive aqui
Meio século de bons serviços
Meio século de bons serviços
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.