nadal x federer

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Após 4 anos e meio, aquele que é considerado o melhor jogador de ténis de todos os tempos,pode perder o título de nº1. É que Nadal está prestes a destronar Federer.

nadal x federer

A passagem do cetro pode estar por dias. Rafael Nadal venceu Tommy Haas no Masters Series de Cincinatti e qualificou-se para os quartos-de-final do torneio. Com esta vitória. e a derrota de Federer para Ivo Karlovic, Nadal está prestes a alcançar o número 1 mundial.


O feito será ainda mais notável se se considerar que o suíço Roger Federer ocupa o topo do ranking mundial ATP desde 2 de Fevereiro de 2004. São  235 semanas consecutivas como número 1 para aquele que é considerado por muitos como o melhor jogador de ténis de todos os tempos. Rafael Nadal chegou a número 2 do mundo em Julho de 2005, e a luta para destronar Roger Federer parece estar perto de terminar.

Com apenas 22 anos, Rafael Nadal será o terceiro espanhol a alcançar o topo do ranking ATP, depois de Carlos Moya (1999) e Juan Carlos Ferrero (2003).

Como chegar a número 1-Se Nadal conquistar o Masters Series de Cincinatti, este domingo, no dia seguinte será coroado número 1 do mundo. Contudo, caso o espanhol caia hoje nas quartas-de-final, frente a Nicolás Lapentti, ou nas meias-finais, terá de esperar até dia 18 de Agosto para alcançar o topo. Se atingir a final em Cincinatti e sair derrotado, será número 1 em 11 de Agosto.

Neste momento, dificilmente Federer poderá segurar o primeiro lugar durante muito tempo. Há apenas uma vaga possibilidade de Nadal continuar atrás do tenista suíço após o dia 18 de Agosto: se perder nas quartas-de-final em Cincinatti, e Federer conquistar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim sem que Nadal atinja, no mínimo, a terceira rodada.


A queda de Federer -Desde que chegou ao primeir
o lugar no ranking mundial, esta ameaça ser a pior temporada de Roger Federer. O tenista suíço, que completa 27 anos em 8 de Agosto, apenas ganhou no Estoril Open, em Lisboa, e em Halle. Perdeu as finais em Wimbledon e Roland Garros, os torneios "históricos" de gramado e terra batida, respectivamente. E sempre contra o mesmo adversário: Rafael Nadal.

Uma das explicações para a queda de forma de Federer pode ser a mononucleose que sofreu no início do ano. O suíço parte para os Jogos Olímpicos sem ter conquistado qualquer Masters Series em 2008.

Além disso, tem somado derrotas em fases iniciais de torneios, algo impensável há pouco tempo atrás. A semana passada foi eliminado na primeira rodada, em Toronto. Desta vez, em Cincinatti, esteve perto de cair no primeiro jogo, mas acabou por ser derrotado na segunda eliminatória.

Tudo isto somado à perda do trono na grama em Wimbledon, numa final épica, há pouco mais de três semanas, Federer estará também, psicologicamente, vivendo a pior fase da carreira.

 


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 1413 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Olimpiadas & crueldade
Olimpiadas & crueldade
Engodo do futebol-empresa
Engodo do futebol-empresa
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.