A BMW Série 8 Convertible já chegou

terça-feira, 14 de maio de 2019

A BMW está renovando, com grande velocidade, toda sua linha. Depois de mostrar o novo Z4, Série 3 e o Série 8, a marca divulgou o Série 8 Convertible. O modelo de luxo, basicamente é o Série 7 com linhas de cupê e duas portas. O teto de lona do novo Série 8 Convertible pode ser aberto ou fechado em até 15 segundos eletricamente. O sistema pode ser ativado em velocidades de até 50 km/h. Além do padrão na cor preta, há o opcional prata.

A BMW Série 8 Convertible já chegou

Ele chegou às lojas, inicialmente em duas versões: M850i xDrive e o 840d xDrive. O primeiro usa um V8 4.4 biturbo a gasolina que rende 530 cv e 76,4 mkgf. Ele acelera de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e atinge a velocidade máxima de 250 km/h.

Já o diesel é um propulsor seis cilindros em linha, de 3 litros, turbo. Ele desenvolve 320 cv e 69,3 mkgf. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 5,2 segundos e a máxima também é limitada a 250 km/h. Para os dois casos, a transmissão é automática de oito velocidades e tração, integral.

Visual - A versão a diesel vem com o pacote MSport, que dá um visual mais esportivo ao modelo. Entre as mudanças estão o para-choque dianteiro com entradas de ar maiores, saias laterais e traseira com design exclusivo e rodas de 19 polegadas da linha M. O carro ganha ainda o sistema de freios M, bancos multifuncionais, volante de couro da linha M, entre outros.

Para a variante a gasolina, há um novo spoiler no para-choque frontal, rodas de 20 polegadas da linha M e pneus de alta performance. O pacote fica completo com freios M Sport esportivos, detalhes no exterior na cor cinza e no interior em aço, entre outros.

Tecnologias - Entre as tecnologias implantadas ao novo Série 8 Convertible, estão o sistema de som de luxo Bowers & Wilkins, bancos aquecidos, recarga de celular sem fio e faróis adaptativos de LEDs. Como opcionais, a BMW vai oferecer os faróis de laser – com eles, o alcance de iluminação aumenta em 600 metros.

Como no Série 8 Cupê, o conversível faz uso de alumínio, magnésio e fibra de carbono reforçada com plástico (CFRP). Isso, na construção do carro mantém o peso do monobloco reduzido.

Ele traz ainda cinco modos de condução: Comfort, Eco Pro, Sport, Sport+ e Adaptativo, que ajusta automaticamente amortecedores e resposta de direção, acelerador e câmbio conforme a pilotagem muda.

Há ainda o head-up display, que projeta informações do painel de instrumentos virtual diretamente no para-brisa. No quesito segurança, o Série 8 Convertible traz farol alto automático, alertas de colisão e de pedestre com frenagem de emergência. Nesse pacote há ainda aviso de saída de faixa e de ponto cego, leitura de placa, alerta de tráfego cruzado e de colisão traseira, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, entre outros.

O estilo do conversível é praticamente igual ao do cupê, exceto pelo teto de tecido dobrado eletricamente. Quando o teto é removido, ele vai para baixo de um espaço atrás dos bancos traseiros, com costura similar ao dos painéis da porta e do console central. A cobertura ainda tem um revestimento bem sutil que imita o design de bolha dupla do teto do cupê.


O teto precisa de 15 segundos para abrir ou fechar e pode ser operado com o carro em movimento, desde que a velocidade esteja a, no máximo, 48 km/h. Para reduzir o vento dentro da cabine sem a capota, conta com um defletor que pode ser colocado atrás dos bancos dianteiros. E ainda tem como opcionais aquecedores de pescoço e saídas de ar nos bancos.

Mesmo com o alto preço para o mercado global, o Série 8 Convertible não vem com tudo de série e a BMW oferece alguns extras para quem puder pagar mais. Por exemplo, há o pacote M Carbon Exterior, usando peças de plástico reforçado com fibra de carbono na grade, capa dos retrovisores laterais e no difusor traseiro. Outra opção é o sistema de som Bowers & Wilkins Diamond Surround, com 12 alto-falantes. Se o acabamento não for bom o suficiente para o cliente, é possível adicionar vidro na alavanca do câmbio, no controle da central multimídia, no botão de partida do motor e no controle de volume. Quem quiser mais tecnologia pode adicionar o pacote Driving Assistant Professional, com controle de cruzeiro adaptativo, assistente de faixa, e auxílio de evasão (que ajuda a desviar de pedestres que entrem na frente do carro).


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 91 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
 Toyota Supra GR o grande rival do Porsche 718 Cayman
Toyota Supra GR o grande rival do Porsche 718 Cayman
Bentley Continental GT um carro para quem pode
Bentley Continental GT um carro para quem pode
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.