Cristal 2008 Champanhe com um toque de Deus

segunda-feira, 30 de julho de 2018

“O Cristal 2008 é um verdadeiro reviravolta. Poderoso, amplo e explosivo em todas as suas dimensões, o 2008 toma conta do sentido e nunca desiste. Há uma pureza cristalina nos sabores que é simplesmente notável. "Antonio Galloni - O Cristal de 2008 acaba de chegar! Oficialmente lançado nos EUA em junho, tivemos a oportunidade de provar esse néctar dos deuses!

Cristal 2008 Champanhe com um toque de Deus



Impressionante, sedutor e cativante agora, ainda construído para longo prazo. Um clássico instantâneo para a adega. O Cristal de 2008 assumirá legitimamente seu lugar com os mais reverenciados espumantes dos últimos sessenta ou setenta anos. O Cristal de 2008 é talvez o melhor champanhe jovem que eu já tive o prazer de provar.

O trabalho e dedicação em Louis Roederer, liderado por Jean-Baptiste Lécaillon, é evidente: desde transformar os vinhedos de Cristal a Biodinâmica a desafiar constantemente e adaptar seu trabalho ao Vintage, em vez de fazer um estilo de champanhe, o Cristal é hoje um dos Champanhes mais complexos e dignos de adega do mercado. Este é um momento especial no Louis Roederer e parece que as coisas estão esquentando neste mercado!



Jean-Baptiste Lécaillon e a equipe da Louis Roederer decidiram lançar o Cristal 2009 muito bem à frente da versão mais vigorosa de 2008, e essa parece ter sido uma boa ideia, já que essa decisão permitiu que a versão de 2008 descansasse confortavelmente por um ou dois anos. De fato, o Cristal de 2008 é a primeira safra deste Champanhe, a ser lançada dez anos depois da safra. Este não é o único aspecto excepcional do Cristal 2008, já que este é um dos poucos Champanhes deste icônico produtor que incluiu uma pequena porcentagem passando por fermentação malolática. Os resultados são mágicos, já que esta pequena parte da mistura que sofreu fermentação malolática parece ter arredondado um pouco os ácidos agitados de 2008 e dado ao vinho uma acessibilidade textual sem precedentes dos blocos que não foram encontrados em uma safra similarmente atrevida.

O Cristal é deslumbrante, oferecendo um buquê puro e juvenil de maçã, limão, brioche morno, mineralidade calcária, um toque de casca de laranja, amêndoa fresca e uma nota de flores de limão. Na boca, o vinho é profundo, encorpado, complexo e totalmente transparente, com um grande núcleo de mousse. É totalmente refinado e tem um final muito, muito longo, atrevido, complexo e perfeitamente equilibrado. Este é um vinho incrivelmente bonito de ingerir! Está pronto para beber, mas como todas as safras do Cristal, o 2008 realmente merece pelo menos mais uma década no porão antes de começar a beber com entrega.


Louis Roederer Cristal 2008 (100JS / 100WE / 99JG / 98 + AG)


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 214 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Harmonizando vinhos brancos com a gastronomia brasileira durante o verão
Harmonizando vinhos brancos com a gastronomia brasileira durante o verão
Como servir melhor o seu vinho
Como servir melhor o seu vinho
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.