Pesquisas comprovam o poder afrodisíaco do vinho tinto

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Para uma noite especial, não se esqueça de uma garrafa de vinho tinto. Isso mesmo! O poder afrodisíaco da bebida é algo não apenas reforçado pela sabedoria popular, como pela ciência. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Florença, na Itália, mostrou que as mulheres que consomem vinho tinto regularmente têm maior libido e lubrificação vaginal.

Pesquisas comprovam o poder afrodisíaco do vinho tinto

O estudo, publicado em 2009 no The Journal of Sexual Medicine (http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1743-6109.2009.01393.x/abstract), dividiu 798 mulheres da região de Toscana – com idades entre 18 e 50 anos de idade – em três grupos: as que bebiam até duas taças de vinho tinto por dia; as que bebiam uma taça de vinho diária e as que não consumiam vinho.

Após coleta da urina e análise de um questionário sobre a vida sexual respondido pelas mulheres, o grupo que bebericava até duas taças de vinho por dia tinha maior libido e lubrificação vaginal. A possível explicação, segundo os pesquisadores, é que os polifenóis presentes na uva ajudam a dilatar as veias, aumentando o fluxo sanguíneo de áreas erógenas do corpo.

Outra tese, da Universidade de Kingston, em Londres, também comprovou o poder afrodisíaco do vinho. A máxima, publicada no Nutrition Journal (http://www.menshealth.com/health/can-red-wine-boost-your-testosterone), mostrou que a quercetina, substância antioxidante presente na bebida, é capaz de aumentar os níveis de testosterona no sangue. Esse hormônio é um dos mais importantes no corpo masculino, cujas funções estão relacionadas à reprodução, como o aumento da libido, a ocorrência da ereção e o desenvolvimento dos espermatozoides.



Desse modo, se a sua ideia é celebrar alguma data especial (com proteção!), não se esqueça de escolher um bom vinho para te ajudar com as preliminares. Ah, e atente-se para beber moderadamente – até duas taças diárias – para não mandar a libido embora e dar lugar à sonolência.

Confira abaixo a seleção de vinhos que promete levar os casais ao clímax:

J BOUCHON PAÍS VIEJO R$98



País Viejo é um vinho elaborado com vinhas velhas de País, na seção costeira do Valle del Maule. A País é a herança viva do Chile.

Originária das Ilhas Canárias, chegou ao nosso país no século XVI. É uma uva tinta rústica, muito resistente, conduzidas em “cabeza” e que sobrevivem sem irrigação, crescendo livremente. O vinho é fermentado em tanques de cimento, com leveduras nativas e não foi filtrado. Segundo a revista inglesa Decanter é “um dos vinhos chilenos de maior sucesso comercial feitos com uvas de vinhas velhas”.

Harmonize com carnes brancas grelhadas e assadas com molhos leves, preparações a base de pescados, massas com molhos brancos, além de vegetais, polenta com ragu de cogumelos e queijos de massa amarela.

Características:

 

    Composição Uva: País

    Cor: Rubi com reflexos granada

    Graduação Alcóolica: 12,0%

    Amadurecimento: Sem estágio em carvalho

 

Temperatura: 14ºC – 16ºC

Sabor: Leve, com taninos finos e ótimo frescor. Seu final é marcado por frutas vermelhas frescas, especiarias e toques herbáceos

Aroma: Frutas vermelhas frescas, como morangos e cerejas, e marcadamente; romã, notas de especiarias doces, como canela, além de toques herbáceos e terrosos

CHATEAU LA GRANGE CLINET GRANDE RESERVE 2016 R$238

Elegante e frutado exemplar do bom potencial das Côtes de Bordeaux para elaborar vinhos singulares, La Grange Clinet nos brinda com uma safra muito interessante. Frutas vermelhas e pretas maduras, como amoras se mesclam a tabaco, notas de especiarias e toques florais, neste complexo Bordeaux. Em boca tem incrível equilíbrio, com taninos maduro e final de boca persistente. Harmonize com carnes vermelhas assadas com molhos de média intensidade, preparações a base de cordeiro, massas recheadas com molhos ricos e queijos maduros.

 

LE VOLTE DELL’ORNELLAIA 2017 R$297

Espécie de irmão mais novo do mítico Ornellaia, é composto de 50% Merlot, 30% Sangiovese e 20% Cabernet Sauvignon, com estágio de 10 meses parte em barricas usadas e parte em tanques de cimento.

Vinho equilibrado de grande charme, Le Volte é uma mistura que reúne os melhores terroirs da Toscana, no Mediterrâneo, combinando a expressão de Sangiovese, que confere opulência e generosidade, com a estrutura e complexidade de Cabernet Sauvignon e a suavidade de Merlot. Nascido em 1991, o Times reflete a integridade e o estilo que inspiram toda a gama da Tenuta Ornellaia.

Cor vermelho rubi profundo.

O nariz é intensamente frutado, com notas de frutas e especiarias doces.




BRUNELLO DI MONTALCINO ALTESINO 2014 R$614

“Um dos poucos 2009 com estrutura para envelhecer bem. Fumaça, couro novo, alcaçuz, especiarias e terra tostada se apoderam do paladar num Brunello escuro, voluptuoso e cheio de mistérios. É um dos Brunello mais ricos e intensos desta safra, mas todos os seus componentes estão em belo equilíbrio. ”

Antonio Galloni -Vinous – 94 Pontos




CHÂTEAU ANGLUDET  2008 R$ 540,00

Este Margaux exibe cargas de frutas vermelhas e pretas, alcaçuz, alcatrão e notas florais em meio ao estilo encorpado, suave e hedonista. A acidez é baixa, a riqueza de frutas é alta e os taninos equilibrados.

 


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 3240 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
10 Dicas para beber como um monge
10 Dicas para beber como um monge
O charme do Rosé
O charme do Rosé
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.