Londres no Natal ou em qualquer outra data; sempre mágica!

sábado, 13 de dezembro de 2014

Um olhar saudoso sobre a cidade “formal”, ”fria” e linda. Por essas avenidas, quantas histórias e lembranças. Entre elas, a da senhora brasileira que na noite de Réveillon resolveu homenagear Iemanjá atirando flores ao Tamisa... a despeito da reação da guarda londrina. Falar de Londres, mesmo para aqueles que nunca lá estiveram, soa sempre a algo familiar. Todos já viram em filmes, fotografias ou postais imagens do Big Ben, do Palácio de Buckingham e da Torre de Londres.

Londres no Natal ou em qualquer outra data; sempre mágica!

Com a chegada do inverno, desce sobre Londres o Espirito de natal. As ruas se enchem de alegria com cantores de canções natalinas. Alegria e agitação em toda a cidade envolta em cachecóis e chapéus.

Você pode provar uma grande tradição britânica e assistir a um festival de pantomimas. Pode escolher um show no West End onde se exibem clássicos de Natal como o Quebra-Nozes e muitos outros que iluminam os palcos londrinos.


Há também muitas guloseimas tradicionais em oferta pelas ruas. Após apreciá-las, que tal alugar um par de patins e deslizar em uma das muitas pistas de gelo ao ar livre? À tardinha, as pessoas se reúnem em torno da Árvore de Natal na Trafalgar Square para cantar canções d Natal.


Não se esqueça da infinidade de lojas onde você encontra opções para recheartodos os tipos de “sapatos”. E, se quiser economizar, aguarde a liquidação com descontos incríveis que levam milhares de pessoas que esperam em filas quilométricas a abertura do “Boxing Day”, um feriado de origem medieval, celebrado em diversos países da Commonwealth, como Reino Unido, Canadá e Austrália. No dia 26 de dezembro, no Reino Unido, as pessoas comemoram por dois motivos diferentes: para os religiosos, é o dia de St. Stephen; para os menos afeitos, é o dia de aproveitar as liquidações das principais lojas, que apresentam descontos de até 90% do preço original em roupas, aparelhos eletrônicos e absolutamente todo o resto. As mais concorridas são a Harrods e a    Selfridges.



Natal também é um momento atmosférico para passear, enxergar Londres por todos os ângulos; a pé, de ônibus ou de um barco no Tamisa!


Canções entoadas dentro e fora das igrejas e o cheiro doce das castanhas assadas que flutuam no ar fazem de Londres um dos mais mágicos lugares da Terra para se curtir o Natal.

Na realidade, o encanto da capital britânica só se entende indo lá e sentindo o cheiro das várias culturas que ali convergem, fazendo parte da azáfama de Trafalgar Square, ouvindo o bater das badaladas do Big Ben ou lendo um bom romance policial à beira do Tamisa...

E à noite? O melhor será dizer ao entardecer, porque a noite londrina, como é do conhecimento geral, termina perto das 23 horas. Sempre podemos aconselhar um fim de tarde em Covent Garden, onde os artistas de rua se misturam com o prazer de podermos desfrutar de algumas das melhores livrarias e dos mais típicos pubs britânicos.





Obrigatória é também uma passagem pelo West End, onde se pode assistir a um dos fantásticos musicais que ali estão em exibição.








Uma visita ao Museu de Cera Madame Tussaud, uma passagem pelo Palácio de Buckingham para assistir ao render da guarda e uma tarde de descanso num parque são ainda programas que devem fazer parte da sua viagem a Londres.

E muito particularmente; tome pelo menos um café da manhã olhando o Hyde Park através dos vitrais do hotel que leva o nome do parque.

É coisa para majestade!

 

 


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 1286 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Buenos Aires; estive aqui!
Buenos Aires; estive aqui!
Florença: eu estive aqui
Florença: eu estive aqui
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.