McLaren P1; o exótico voa

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Na sua estreia em salões automóveis, a McLaren Automotive marcou um forte impacto, com a apresentação do P1, sucessor do icónico McLaren F1, que durante muito tempo envergou o galardão de modelo de produção mais rápido do Mundo. Inspirando-se fortemente na competição automóvel e em especial na Fórmula 1, a McLaren assume para o P1 um objetivo simples: ser o melhor automóvel do Mundo, tanto na estrada como em pista. Estudo de design no Salão de Paris, em 2013 estará nas ruas e estradas.

McLaren P1; o exótico voa



“O McLaren P1 será o resultado da herança de 50 anos de competição e de automóveis de estrada. Há 20 anos, elevamos a fasquia da performance dos supercarros com o McLaren F1 e o nosso objetivo com o P1 é redefini-la novamente", afirmou Ron Dennis, presidente da McLaren Automotive.




O P1 foi desenvolvido de raiz a pensar na eficácia aerodinâmica, tendo a marca utilizado os ensinamentos da Fórmula 1 e recorrido ao túnel de vento para otimizar esta sua vertente. Assim, segundo a McLaren, o P1 oferece níveis de carga aerodinâmica mais elevados do que qualquer carro atual, anunciando mesmo o valor de 600 kg a uma velocidade que nem sequer será a máxima. Em termos comparativos, a marca de Woking refere que esse valor é cinco vezes maior do que o oferecido pelo 12C, rivalizando assim com modelos de competição!



Contudo, apesar da performance mais extrema, a McLaren não relegou o conforto para segundo plano, anunciado que se trata de um automóvel que permite utilização quotidiana. Outro dos elementos distintivos inspirados na F1 é a asa traseira com ajustamento personalizável e sistema DRS de forma a aumentar a velocidade em linha reta. Ao longo da carroçaria existem ainda outros elementos que se ajustam consoante à velocidade, culminando no fundo plano e no difusor traseiro.


“Numa pista de competição, o McLaren P1 demonstraria níveis de performance semelhantes aos de um carro de Le Mans graças à sua forma aerodinâmica. Teria um nível de performance em pista nunca antes vista num carro de produção em série”, referiu Simon Lacey, responsável pelo desenvolvimento de tecnologias da McLaren. A carroçaria e chassis foram produzidos com recurso a fibra de carbono, fazendo evoluir o conceito MonoCell do MP4-12C ( este já à venda no Brasil pela bagatela de R$ 2.2 milhões) para um MonoCage, mais resistente, mais rígido e até mais eficiente em termos aerodinâmicos.


Quanto a detalhes técnicos, por enquanto nada se sabe. A marca está adiando esses anúncios para o início de 2013.


Autor: Byagn
Publicação vista 1213 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Volvo V90 T8 Plug-in Hybrid – classe sueca
Volvo V90 T8 Plug-in Hybrid – classe sueca
Novo GLE Cupê SUV da Mercedes e a versão AMG
Novo GLE Cupê SUV da Mercedes e a versão AMG
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.