Ondina Apart; Spa al mare

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Era início da década de 80. Ângelo Calmon de Sá retornara a Salvador após exercer o cargo de Ministro da Indústria e Comércio no governo do severo General Ernesto Geisel. Apesar dos problemas que posteriormente o envolveram não se pode negar que se tratava de um empreendedor de grandes idéias. Ele encomendou ao escritório Alvarez & Pontual um projeto para construir o primeiro apart hotel da Bahia. Às vésperas do seu 25º aniversário, o Ondina Apart Hotel é um monumento com muitas histórias.

Ondina Apart; Spa al mare



Olhado por qualquer ângulo, ele lembra um transatlântico ancorado ao lado de uma movimentada avenida. E é um verdadeiro transatlântico com praticamente todos os equipamentos de um cruzador. Olhando de dentro para fora, além da sensação de estar no navio, há a outra de estar num legítimo SPA urbano.













São 314 cabines, quer dizer; apartamentos, todos de primeira classe, variando apenas tamanho e decoração. Todos são equipados com armários nos quartos e cozinha, ar condicionado, TV a cabo, música ambiente, telefone com discagem direta e internet. Quem olha a estrutura côncava e convexa que lembra curvas do Copan de Niemayer, não imagina a complexidade e os atrativos ali abrigados.










Dos 314 apartamentos, inicialmente 120 foram para o pool de hotelaria e o restante habitado por empresários, políticos, intelectuais e/ou aposentados de boa renda que desejavam morar atendidos por uma estrutura de hotelaria.

Para atender os mais de 500 hospedes e moradores, uma equipe de 180 pessoas entre manobristas, seguranças, mensageiros, porteiros, vigias, governantas, camareiras, garçons e diversos outros profissionais se revezam durante 24 horas garantindo o bom funcionamento de restaurante com cardápio internacional, bar, piscinas, garage, churrasqueira, playground, sauna, quadra poliesportiva, quadra de tênis, boate, lavanderia, centro de convenções, uma academia de ginástica com profissionais altamente qualificados e a mais completa linha de equipamentos para o desenvolvimento de exercícios físicos. Tudo isso, somado à paradisíaca vista do mar da Bahia, confirma o lugar como um SPA urbano.

Segundo o executivo Frank Gomes, O então governador da Bahia Antonio Carlos Magalhães já no seu segundo mandato, financiou residências para tirar os invasores da área que atualmente abriga o Ondina Apart, os Hotéis Othon e Salvador Praia (hoje desativado). Parte do terreno foi comprado pela Concic e depois adquirido pela CST, construtora do grupo Econômico. Visionário, Calmon teria acompanhado pessoalmente a construção e cuidado dos seus detalhes. Diretor da Kontik, empresa do mesmo grupo, coube a Frank administrar o empreendimento do qual ele fala com entusiasmo: “Foi o primeiro apart hotel da Bahia e até hoje o maior deles. O Dr. Ângelo foi o idealizador de tudo. Não podemos deixar de reconhecer a atuação do governador Antonio Carlos Magalhães que não poupou esforços para recuperar essa que é uma das áreas mais bonitas e valorizadas da cidade. Ele conseguiu financiamento para construir as moradias para tirar os invasores e estimulou os empresários a investirem em construções modernas fazendo do bairro o que você vê hoje”.

O projeto do Ondina Apart saiu das pranchetas do escritório Alvarez & Pontual Arquitetos, responsável até hoje por dezenas de construções de alto nível espalhadas pelo Brasil inteiro e assinadas por Rodrigo Pontual e Enrique Alvarez, este último em plena atividade.

No leme do Ondina Apart desde sua fundação, Marcos Lélis é o diretor do condomínio incluindo aí o pool hoteleiro. Profundo conhecedor de toda complexidade do empreendimento, Lélis é o homem de sete instrumentos vivenciando diuturnamente, problemas e soluções da “embarcação”. Para reformatar o pool hoteleiro, trouxe para o mesmo barco, Lamartine Bernardino, profissional com 25 anos de experiência em hotelaria, um dos ases do Grupo Othon, rede que formou os melhores executivos de hotelaria no país. Profissional hiperativo, Lamartine trabalha intensamente  buscando imprimir o ritmo da hotelaria a todos os serviços da casa e principalmente ampliar o pólo hoteleiro que hoje conta com apenas 60 apartamentos.

A grande maioria dos empregados do condomínio está lá desde A sua fundação. Alguns são remanescentes ainda da construção e são unanimes no conceito que fazem da casa. A camareira Georgina Rocha Eusébio, 49 anos, entrou 1990. Ela diz que gosta muito do que faz e está sentindo uma grande transformação, pois nunca viu o hotel com tantos hospedes. “Esse foi meu único emprego. Só tenho essa assinatura na carteira profissional. Tenho 04 filhos. Dois ainda estão estudando, um é militar, o outro Administrador de Empresas. Eu e meu marido trabalhamos duro para educá-los e o meu trabalho aqui ajuda bastante. Adoro meu trabalho. Não sei o que faria da vida se saísse daqui”, emociona-se.




José Macário, 49 anos, prestativo mensageiro, entrou há 22 anos e se diz orgulhoso do seu trabalho. “Tenho ótima relação com hospedes e moradores. Fico curioso com essa mistura de raças e costumes. É interessante ver sob o mesmo teto moradores com sua rotina e turistas de todas as partes convivendo harmoniosamente, principalmente agora com esse novo impulso no pool hoteleiro que inclusive mudou para melhor o perfil do hóspede.

Jonas Santana 44, anos é um dos mais novos “tripulantes” atuando no condomínio. Tem apenas 19 anos de carteira assinada. Entrou para trabalhar nos serviços gerais onde ficou por 04 anos. Conhece profundamente a estrutura do hotel, hospedes contumazes e moradores. ”Isso aqui é uma maravilha. Temos gente aqui de toda parte do planeta. Tem proprietários aqui que vivem em outros países e aprecem de tempos em tempos. O Apartamento deles está no pool. Quando querem vir, ligam para administração e pedem para disponibilizar e preparar o apartamento. Aproveitam bem as suas temporadas e saem daqui saudosos. Afinal, só aqui tem esse mar, entusiasma-se.

Às portas da Copa do Mundo de Futebol, Salvador sofre com a falta de infra-estrutura para sediar jogos do evento, principalmente no tocante a hospedagem e mobilidade. Além de estar localizado numa nobre área hoteleira, perto de tudo: Shoppings, praias, centro histórico, bares e restaurantes e dentro do circuito do carnaval, o Ondina Apart está a pouco mais de 5 km. da Arena Fonte Nova o que possibilita o deslocamento à pé em dias de jogos. Tudo isso sinaliza para uma enorme valorização do imóvel que continua atual necessitando apenas de pequenos ajustes para atender às exigências do cliente internacional de hotelaria.


Mas não é só equipamento de lazer que faz do Ondina Apart, tão especial morada. Também estão disponíveis ali, as opções corporativas como computador,fax,copiadora e  internet além do Centro de Convenções com salas moduláveis às necessidade do usuário.Um mini shopping com 55 lojas que vão de locadora de veículos passando por vários tipos de boutiques, salão de beleza, lanchonetes, restaurantes, lavanderia, imobiliária e galeria de artes completam o pacote de comodidades.

Agora é só levantar ancoras e todos “Al Mare”. Bon Voyage!

Serviço:
Ondina Apart Hotel Av. Oceânica, 2.400 - Ondina Salvador – Bahia, Tel./Phone: (71) 3203.8000 / 3203.8216 Fax: 3247.9434


 


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 3016 vezes


Existe 7 comentários para esta publicação
quarta-feira, 4/4/2012 por Alá Cruz
As da hotelaria
É com prazer que revi nesta matéria o Sr. Lamartine Bernardino, um dos melhores profissionais de hotelaria que conheci! Sem dúvida uma grande aquisição para o Ondina Apart!
segunda-feira, 2/4/2012 por José Carlos Lima
Família
Faço parte da familia Ondina Apart.
segunda-feira, 2/4/2012 por Anibal Cordeiro
Polemico
Por mais polemico que seja o Sr. Ângelo Calmon, ninguém pode deixar de reconhecer a ousadia desse empreendedor. Eu nunca imaginei que o Ondina Apart fosse idéia dele.
domingo, 1/4/2012 por Cássia Regina
Vai ter copa?
Não sei o que rola aí dentro. Sei que o edifício é imponente e a matéria me despertou para o fato de que o negócio parece mesmo um navio. Agora aqui para nós, esse negócio de copa do mundo aqui em Salvador, fica cada dia mais esquesito, não te
domingo, 1/4/2012 por Dewison Dávila
Só cegos
Só cegos não enxergam a fantástica estrutura do Ondina apart parecendo singrar no mar de Ondina.entretanto, olhando assim como passante, jamais imaginei que alí tivesse tantos equipamentos.é surpreendentemente umSPA urbano;mal utilizado, me parec
domingo, 1/4/2012 por Denise
Boa revista
Gostei muito desta matéria, parabéns!
sábado, 31/3/2012 por hc-maia
O Cirurgião do Cruzeiro de Cimento Armado.
Como a habildade de um cirurgião, o Celso disseca e discorre as minúncias intestinas do Ondina Apart Hotel,desde a sua fundação aos dias de hoje.Esse cara conhece como ninguém o universo da Society, e fala com maestria desse Cruzeiro Terrestre.
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Buenos Aires; estive aqui!
Buenos Aires; estive aqui!
Florença: eu estive aqui
Florença: eu estive aqui
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.