O CARRO DE LADY GAGA

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Não são todos os dias que temos a oportunidade de desfrutar de uma verdadeira limusine. Nesse A8 cruzei pela primeira vez o olhar com os faróis leads brilhantes deste enorme sedã. Avistei-o em exposição, imponente, luxuoso. Abro a porta, verifico que tenho espaço para levar a passear ao mesmo tempo a Beyonce, a Lady Gaga e a Rihanna. Transportar as divas da música pop e os respetivos acessórios não é tarefa fácil. Acordo! Aliás, é ele o transporte oficial de La Gaga.

O CARRO DE LADY GAGA


O Audi A8 está disponível com duas carrocerias, uma longa e outra longuíssima! Agora a sério, são 2,992 metros de comprimento, uma largura de 1,949 metros e uma altura de 1,460 metros. O porta malas é gigante e tem capacidade de carga para 510 litros. A par do Audi Q7, que já leva alguns anos de comercialização, o A8 é o mais recente porta-estandarte da marca alemã. Eu sei que nos tempos que correm comprar um carro que custa mais de 100.000 euros pode ser considerado ofensivo, de qualquer forma, existem compradores. Não acredito que sejam só os chefes de estado, estrelas de cinema, músicos ou empresários. O Audi A8 tem como principais rivais o BMW Série 7 ou o Mercedes Classe S.

A marca dos quatro anéis possui tradição e experiência no segmento de topo de linha. Já em finais dos anos 20 do século passado, a Audi e a sua marca irmã - a Horch - então sediadas na cidade saxónica de Zwickau, produziam modelos de grande dimensão com motores de oito cilindros. Um deles era o Audi Type R, também denominado Imperator, cujo motor de 4.9 litros com oito cilindros em linha debitava uma potência de 100 CV e um binário de 275 Nm.

A carroceria do A8 foi concebida em alumínio segundo o já conhecido método de construção Audi Space Frame (ASF), possuindo um peso total inferior em cerca de 40 por cento em relação a uma estrutura similar produzida em aço.

O interior é extremamente luxuoso embora eu não seja grande apreciador das aplicações que imitam madeira. Gosto não se discute! A bordo do Audi A8 viaja-se em primeira classe, em particular nos bancos traseiros que são ajustáveis. O módulo MMI integra um touchpad, uma superfície tátil para o manuseamento. O denominado MMI touch permite ao condutor manusear diversas funções de um modo intuitivo. Por exemplo, pode introduzir o destino de navegação desenhando as letras com o dedo.

O MMI de navegação plus está ligado em rede aos sistemas de assistência e de segurança. Com base nos dados de navegação determina a rota com antecedência ao tempo que fornece os dados necessários às unidades de comando da transmissão automática, dos faróis e do Cruise control adaptável. Este sistema permite assistir o condutor, tomando decisões de uma maneira antecipada; em muitas situações o novo sistema de segurança Audi pré sense pode evitar acidentes ou reduzir as suas consequências.



O novo Audi A8 chegou ao mercado com um bloco 4.2 V8 FSI com 372 CV e um propulsor 4.2 V8 TDI que debita uma potência de 350 CV. Entretanto, chegou a versão com o motor 3.0 V6 TDI de 250 CV.

Conduzimos a versão A8 4.2 V8 TDI que disponibiliza uma transmissão tiptronic de oito relações apresenta um escalonamento curto entre as oito relações. A tração integral permanente quattro funciona de um modo esportivo e com uma carga maior sobre o eixo traseiro. Opcionalmente, pode optar-se pelo diferencial esportivo, que distribui o binário de forma dinâmica entre as rodas do eixo traseiro (de série no modelo Audi A8 4.2 V8 TDI).


A suspensão pneumática adaptável (também conhecida como adaptive air suspension), com amortecimento regulado, pertence ao equipamento de série e está integrada no sistema de condução dinâmica. Posso garantir que é uma maravilha, suavidade garantida. Um depósito de combustível permite ao Audi A8 4.2 V8 TDI ultrapassar uma autonomia de 1.100 quilómetros. Atenção... quando "puxamos pela máquina os 90 litros do depósito começam a desaparecer a uma velocidade assustadora. Não é difícil gastar mais de 10 litros. Afinal sempre são duas toneladas de carro. Em resumo, é um carro para conduzir ou viajar com motorista, tanto faz. Sempre você estará bem!


Autor: L. C. Monteiro
Publicação vista 1267 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Volvo V90 T8 Plug-in Hybrid – classe sueca
Volvo V90 T8 Plug-in Hybrid – classe sueca
Novo GLE Cupê SUV da Mercedes e a versão AMG
Novo GLE Cupê SUV da Mercedes e a versão AMG
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.